INÍCIO     |     NOSSA EMPRESA     |     ORIENTAÇÕES    |     MENSAGEIRO     |      ARTIGOS      |     ENTRETENIMENTO    |      BORKINFO     |     FAMÍLIA BORKENHAGEN

Início | Artigos | Reflexões | O que importa e o que não importa no 7 de Setembro

O que importa e o que não importa no 7 de Setembro

 

Você já deve ter ouvido a Introdução ao Hino Nacional, cantada.

Se ainda não, clique aqui.

 

Não importa que a introdução ao Hino Nacional não seja habitualmente cantada, mas o seu conteúdo é o que importa.

Não importa que no Governo FHC retiraram "Educação Moral e Cívica" da grade curricular, alegando tônica militarista.

- Na verdade, nos livros da época, se detectava que a matéria informava não apenas sobre os deveres do cidadão para com sua pátria, mas também ensinava valores e virtudes como respeito ao próximo, respeito às autoridades, ensinava a importância da educação e do caráter na formação de uma pessoa. Leia o destaque ao lado!

Não importa que no mesmo governo retiraram OSPB - "Organização Social e Política do Brasil", da grade curricular.

Veja o que publica um blog:

Nos anos 1980 estudávamos nas escolas a Organização Social e Política do Brasil a Educação Moral e Cívica.

Hoje se estuda como usar CAMISINHA e como fazer sexo sem engravidar.
Os tempos mudaram?
NÃO!
As pessoas mudaram!

Importa, sim, que o povo está se insurgindo, se rebelando, mostrando insatisfação, talvez até sem saber porque.

Importa, sim, que o Hino Nacional deverá ser impresso em todos os cadernos a serem comercializados.

Importa, sim, é que os governantes estão 'acordando' para a sementeira do amor pátrio, para o civismo.

Se "é de pequenino que se torce o pepino", então nunca se deveria tirar o momento cívico das escolas.

A esculhambação ganha espaço sempre que a ordem não é preservada.

O bandido só se cria se as pessoas-alvo não se cuidarem, se as leis forem negligenciadas, e a polícia for omissa.

O mosquito da dengue só se cria se deixarmos água parada. Assim o bandido se cria se dermos espaço para ele.

Não adianta dizer que o 'governo' deve dar chance de trabalho, deve criar vagas de trabalho, se as pessoas só pensam em direitos, antes dos deveres.

Se no 7 de Setembro houver gente disposta a fazer passeata ao invés de prestigiar o que as pessoas de bem têm a mostrar no desfile, então é bom que conheçamos quem são essas pessoas que não valorizam o que de bom há.

Preste atenção em quem vai querer denegrir o sentimento de amor pátrio no sábado 7 de Setembro!

Se há reivindicações a fazer, escolha o momento certo, a forma certa, e o local certo!

Sobretudo, não obstrua o direito de ir e vir dos outros!

Desfile é para quem está de bem com o país!

Um país rico não se mede pelo dinheiro que há, mas pelas pessoas de valor que o compõem!

 

Postado em 04/09/2013

Avenida Doutor Damião, 80 - Jardim América - CEP 85864-400 - Foz do Iguaçu, PR | Fone/Fax: 45 3028 6464

Borkenhagen Soluções Contábeis Ltda.

Copyright © Desde 1997 - Direitos reservados