INÍCIO     |     NOSSA EMPRESA     |     ORIENTAÇÕES    |     MENSAGEIRO     |      ARTIGOS      |     ENTRETENIMENTO    |      BORKINFO     |     FAMÍLIA BORKENHAGEN

Início | Orientações | Orientações Gerais | Arquivos | Homem morreu devido à vacina contra febre amarela

Homem morreu devido à vacina contra febre amarela

 

O caso aconteceu em 2009, em Marau-RS, constando que o homem tomou a vacina oferecida pelo governo federal e, 6 meses depois veio a óbito.

Ocorreu nele o que se identifica como Síndrome de Guillain-Barré, quando, ocorre atrofia da musculatura e, no caso de Marau, o homem teve atrofia da musculatura do braço até alcançar a musculatura respiratória.

“É possível que a vacina contra a febre amarela tenha sido o fator desencadeante da síndrome, que é tida como uma doença autoimune, isto é, uma reação inflamatória que ocorre por anticorpos gerados pelo próprio organismo em reação ao estímulo externo, que é a vacina”, disse um neurologista.

Apesar de terem sido aplicadas 3.632.902 doses no Estado, este teria sido o único caso que levou o vacinado a óbito. Não há porque alarmar-se!

A União, o estado e o município foram condenados, no TRF - 4ª Região, solidariamente a pagar pensão de R$ 650,00 mensais à família, mais os valores gastos no tratamento, que somam cerca de R$ 3.600,00, relativos ao dano material, e R$ 139.500,00 para cada um dos autores (esposa e filho), por danos morais, conforme divulgado em 21/01/2013 às 15:12h.

 

Postado em 21/01/2013, às 16:04h

Avenida Doutor Damião, 80 - Jardim América - CEP 85864-400 - Foz do Iguaçu, PR | FoneFax: 45 3028 6464

Borkenhagen Soluções Contábeis Ltda.

Copyright © Desde 1997 - Direitos reservados