INÍCIO    |    GENEALOGIA    |    IMIGRAÇÃO   |    MIGRAÇÕES    |     REENCONTROS     |    MEMBROS    |     COLUNA SOCIAL    |    BORKENHAGEN CONTABILIDADE

Borkenhagen Contabilidade  |  Família Borkenhagen  |  Genealogia  |  Frieda Borkenhagen

Frieda Borkenhagen

A Filha Frieda Borkenhagen que embarcou em Hamburg, na Alemanha, em 06 de outubro de 1927, com a família dos pais, Adolf e Bertha Borkenhagen, chegou ao Porto de Santos, em 25 de outubro de 1927.

 

Dali, a história se repete com a dos pais, enquanto rumaram para Sertãozinho, interior de São Paulo, a trabalhar numa fazenda de café da Família Matarazzo, para, após 1 ano, acompanhar os pais para o Rio Grande do Sul. A família inicialmente estabeleceu-se na Linha Oito Oeste, distrito de Ijuí.

 

Depois que os pais mudaram para Santa Rosa, e ali fixaram residência, Frieda casou-se com Günther Thoma. Manteve-se residente em Santa Rosa. Filhos que lhes nasceram: Ari, Ivone, Rudi e Roberto. Ari tornou-se pastor da Igreja Luterana, casou com Odete Erica Krebs, de cujo casamento nasceram Andréia e Adriana, atuou em Esquina Gaúcha - Entre Ijuís - RS, onde veio a falecer; Ivone casou com Neldo Kelm e tem a família em Santa Rosa-RS; Rudi também estudou no Seminário Concórdia, tornando-se pastor da Igreja Luterana, atualmente em São Bernardo do Campo-SP; e Roberto, motorista de caminhão (dos brutos) em transporte interestadual, mora em Santa Rosa-RS, com a esposa Haidi, e foi a sua família que deu o aconchego à mãe, Frieda, até seu falecimento.

 

O restante da história será contada pelos descendentes, à medida que despertarem para a importância do fornecimento destes subsídios.

Desde 1927 no Brasil

Borkenhagen Soluções Contábeis Ltda.

Copyright © Desde 1997 - Direitos reservados