INÍCIO     |     NOSSA EMPRESA     |     ORIENTAÇÕES    |     MENSAGEIRO     |      ARTIGOS      |     ENTRETENIMENTO    |      BORKINFO     |     FAMÍLIA BORKENHAGEN

Início | Entretenimento | Efemérides | Arquivos | A Reforma Luterana

A Reforma Luterana

A literatura escrita, impressa e virtual, tem farto material para esclarecer qualquer interessado, mas aqui vamos nos propor a trazer o assunto em rápidas pinceladas, já que a intenção não é copiar e colar textos.

A Igreja Romana vivia um crescimento muito grande na Europa, onde o poder e a igreja se misturavam a ponto de aqueles que não aceitassem as pregações, os ensinamentos da Igreja, serem perseguidos e até mortos.

Em 1517, em Jüterbog, uma pequena vila alemã, John Tetzel, pregador dominicano, com o aval do Papa Leão X, armou um púlpito na praça (como o fazia em outras localidades), tendo a seu lado um baú onde os camponeses seriam convidados a deixar seu dinheiro em pagamento (perdão) de pecados, fossem eles seus, de algum parente, ou de falecidos, pecados esses já cometidos ou a cometer. Registra a história que quem pagasse, teria o perdão. Poderia acontecer de alguém querer matar outrem e, se antes tivesse comprado a tal indulgência, poderia promover o seu ato sem peso na consciência. Uma indulgência era um documento firmado pela Igreja, dado a quem pagasse para obter o perdão, totalmente contrário ao que a Bíblia ensina que o perdão nos foi conquistado pela morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Naquela ocasião, ouvindo as pregações de Tetzel, lá também estava um monge agostiniano, de nome Martinho Lutero, que lecionava estudos bíblicos na universidade de Wittenberg.

Inconformado com as pregações das indulgências, Lutero colocou seu entendimento em debate, procedendo assim como outros estudiosos: Na porta da igreja do Castelo de Wittenberg, pregou 95 teses, escritas em latim, contrariando as indulgências, para que interessados (estudiosos e clérigos) se manifestassem, solicitando, ao mesmo tempo que o papa tomasse providências, pois acreditava que a Igreja Romana não estaria aprovando tal procedimento. Foi surpreendido. O Papa Leão X não apenas apoiou a venda do perdão de pecados, como também exigiu que Lutero não mais se manifestasse e, ainda, que se retratasse desmentindo suas afirmações.

Lutero não se retratou e foi excomungado.

Com isso surgiu um movimento Alemanha afora, apoiado por príncipes que também não concordavam com a postura e ensinamentos da Igreja Romana, ao mesmo tempo em que as teses passaram a ser impressas em língua alemã para que o povo também soubesse do que se tratava. Manifestações de protesto ocorreram, pelo que os manifestantes foram denominados "protestantes".

Acabou ocorrendo um movimento de rompimento com a Igreja, culminando com o surgimento da Igreja Luterana.

A data comemorativa é 31 de Outubro, efeméride lembrada e festejada pela grande maioria de igrejas que derivaram da descoberta de que: "O JUSTO VIVERÁ POR FÉ", ou seja: Nossa salvação é um ato de gratidão de Deus, a qual nós devemos aceitar pela fé.

Três equívocos devem ser evitados quando se fala em Reforma Luterana: 1) que se trata de um movimento desencadeado por um monge agostiniano rebelde, insatisfeito com tudo e com todos. Idéias semelhantes às suas já haviam sido defendidas por outros reformadores, chamados de pré-reformadores, entre eles, João Huss, condenado à morte cem anos antes de Lutero. Clamava-se por uma reforma ampla em todos os segmentos da Igreja e da sociedade; 2) que a Reforma se restringiu a mudanças nas formas de culto, a liberação dos sacerdotes para o matrimônio. A sua penetração foi muito além dos muros da Igreja! 3) que Lutero foi o fundador de uma nova religião. Ele jamais pensou em desvincular-se da Igreja Católica Romana e fundar uma nova igreja. Sua intenção foi apenas uma: reformar o que estava mal, o que havia sido distorcido no decorrer dos séculos e voltar às origens, para que houvesse uma única, verdadeira e autêntica Igreja de Jesus Cristo. Saiba mais.

 

Lutero - Vida, Teses, Reforma - http://www2.ilch.uminho.pt/kultur/Martinho%20Lutero%20pt.htm

Lutero - A liberdade do cristão - Estudo de Edson Gil - http://edsongil.wordpress.com/2007/09/02/lutero-1/

Lutero - Do servo arbítrio - Estudo de Edson Gil - http://edsongil.wordpress.com/2007/09/02/lutero-2/

Biografia de Martinho Lutero - http://laionmonteiro.wordpress.com/2008/01/30/biografia-de-martinho-lutero/

As 95 teses luteranas - http://www.monergismo.com/textos/credos/lutero_teses.htm

A Reforma - http://www.lutero.com.br/novo/vida_de_lutero_reforma.php

Lutero, a Reforma e escritos - http://www.bandaespelho.com.br/artigos/lutero/lutero.htm

Como Lutero pregou - http://www.lutero.com.br/novo/vida_de_lutero_como_pregou.php?mes=08&ano=2007

Lutero - Filme - Resenha - www.unasp.edu.br/kerygma/resenhas3.asp

Cientistas debatem ética em Lutero -  http://www.jornalocaminho.com.br/noticia.php?edicaoId=48&cadernoId=14&noticiaId=2371

Lutero - Curiosidades - http://blitz-zwei.blogspot.com/

Só a Escritura, a Graça, a Fé - http://br.geocities.com/soaescritura/ - http://br.geocities.com/soaescritura/sola_scriptura.jpg

O Presbiterianismo - http://www.ipnovavida.com.br/presbiterianismo.htm

Luteranismo em Cianorte - www.famiglia.barone.nom.br/index44.htm

"A Bíblia à que hoje temos acesso livre, naquela época era de acesso restrito a padres, bispos e estudiosos, e apenas em latim. Após a tradução para o alemão, por Martinho Lutero, o povo passou a ter acesso."

Você também pode festejar o dia 31 de Outubro, ainda que não pertença à Igreja Luterana!

Avenida Salvador Guerra, 80 - Jardim América - Foz do Iguaçu, PR | Fone/Fax: 45 3028 6464

Borkenhagen Soluções Contábeis Ltda.

Copyright © Desde 1997 - Direitos reservados