INÍCIO     |     NOSSA EMPRESA     |     ORIENTAÇÕES    |     MENSAGEIRO     |      ARTIGOS      |     ENTRETENIMENTO    |      BORKINFO     |     FAMÍLIA BORKENHAGEN

Início | Entretenimento | Curiosidades | Arquivos | O que um beijo pode fazer?

O que um beijo pode fazer?

Você sabe o que um simples beijo apaixonante pode fazer com você? Não? Então veja a lista abaixo e surpreenda-se!

Para beijar, o ser humano movimenta 29 músculos (12 dos lábios e 17 da língua). Um beijo apaixonado pode significar a aplicação de uma pressão de 12 quilos sobre os lábios. Já um beijo dado em um bebê pode ser pesado em gramas.

Uma pessoa troca, em média, 24 mil beijos (de todos os tipos, dos maternais aos apaixonados e até os roubados) ao longo de sua vida.

Um beijo pode repassar 250 vírus e bactérias diferentes. Quando se beija alguém, resíduos de sua saliva permanecem em sua boca por 3 dias.

As batidas do coração sobem, em média, de 70 para 150 vezes por minuto durante o beijo. Isso força o coração a bombear 1 litro de sangue a mais, pois as células pedem mais oxigênio para trabalhar.
Os beijoqueiros sofrem menos de doenças do aparelho circulatório, do estômago e da vesícula. Diminuem também os casos de insônia e de dores de cabeça.

Quando um dos namorados beija o pescoço do outro com mais força, provoca um aumento de pressão no local que pode romper os capilares (vasos bem frágeis). Forma-se uma mancha proveniente do sangue que escapou e ficou preso embaixo da pele.

Em cada beijo, os apaixonados trocam 9 mg de água, 0,7 g de albumina, 0,18 g de substâncias orgânicas, 0,711 mg de gorduras e 0,45 mg de sais.

Previne cáries e a placa bacteriana porque estimula a produção de saliva. E isso mantém os dentes limpos e ajuda a manter a acidez da boca.

Ajuda a queimar calorias! Durante um beijo daqueles bem demorados, você e ele(a) chegam a perder cerca de 12 calorias.

Existem muitas curiosidades sobre o beijo, quer saber algumas?

O americano Alfred A. E. Wol estabeleceu o recorde mundial de beijos. Ele beijou 8.001 pessoas em oito horas.

O escultor francês Auguste Rodin, de tantos delírios amorosos que viveu com Camille Claudel, imortalizou o beijo em uma de suas mais famosas obras, “O Beijo”.

O final da Segunda Guerra Mundial foi anunciado em 1945. Na comemoração, um soldado beijou uma enfermeira no meio da rua.

Se você pensa que, quando beija, só sua boca trabalha, está completamente por fora. Fique sabendo que todo o seu organismo entra em ação, além dos seus cinco sentidos paladar, olfato, audição, visão e tato entrarem na jogada.

Os médicos e os psicólogos alemães concluíram que aqueles que beijam, faltam menos ao trabalho por motivo de doença do que aqueles que não beijam. Aqueles que beijam, também sofrem menos acidentes no trabalho, ganham 20 a 30 por cento a mais e vivem aproximadamente cinco anos a mais.

O Dr. Arthur Sazbo, um psicólogo alemão, diz que a razão desta ótima fortuna é a energia positiva que o beijo passa para aqueles que beijam no começo do dia. Conseqüentemente, se você quiser ter mais dias felizes, saudáveis, ser bem sucedido, e viver mais, você deve beijar o seu amor antes que você vá trabalhar, todos os dias.

Um beijo ocorre, geralmente, na primeira vez que pessoas de povos distintos têm um contato próximo um com o outro. Uma fonte anônima no “Livro dos Beijos” por William Bastão descreve um beijo como algo que você não pode dar sem fazer exame, e não pode fazer exame sem dar. Uma outra fonte anônima diz que você não deve esperar para conhecer melhor alguém antes de beijá-la, você deve beijá-la primeiramente para depois então você conhecê-la melhor.

A beleza do beijo é que traduz cada língua e religião. Jr. de Vaughn Bryant, professor do departamento de antropologia no Texas A&M, dita que o primeiro beijo erótico foi trocado aproximadamente 1500 A.C. na Índia. Antes desse tempo não há nenhuma evidência (tabuletas de argila, pinturas da caverna ou registros escritos) que indique o histórico do beijo. Bryant disse também que o ato de friccionar e pressionar os narizes e a troca das línguas entre amantes, se popularizou aproximadamente em 1500 A.C.

Foram os Romanos que descobriram o beijo. Os Romanos beijavam-se cumprimentando uns aos outros, beijavam as vestes e os anéis de seus líderes e estátuas dos deuses mostrando sua submissão e respeito.

É um fato científico que beijar estimula nosso cérebro a produzir o oxytocin, um hormônio que nos dá aquela ótima sensação que sentimos ao beijar.

Sabe-se também que a química provocada faz com que um beijo alerte outro. Quando nós beijamos, os interiores de nossas bocas e as bordas de nossos lábios produzem uma substância química que aclama para mais beijos.

Um estudo em 1997 na universidade de Princeton concluiu que nossos cérebros estão equipados com os neurônios que nos ajudam a encontrar os lábios de nossos amantes no escuro. Não é nenhuma novidade que muitos casais apreciam se beijar em um teatro escuro.

Os russos se beijam para se cumprimentar. Vale homem com homem, mulher com mulher... E na boca!

Os italianos, muito beijoqueiros, usam dois beijos no rosto para se cumprimentar, inclusive os homens.

O garoto inglês dá o primeiro beijo por volta dos 10 anos. Mas os britânicos nunca se beijam em público.

Os casais americanos, mais afetivos, beijam-se em qualquer lugar.

Vai ser difícil você namorar um esquimó. Mas como a vida nos reserva surpresas, se você conhecer um garoto esquimó e ele contornar delicadamente seu nariz com a ponta do dele, considere-se beijada! Um detalhe: durante o beijo polar, mantenha os olhos abertos.

Os persas antigos usavam o beijo na boca para saudar um amigo. Mas só valia entre pessoas da mesma classe social. Na Grécia, esse tipo de beijo era usado só entre familiares, pais, filhos e irmãos ou, no máximo, amigos muito íntimos. Namorados, jamais.

 

Pra quem pensou que só existiam os beijos de língua e selinho, aí vão umas dicas para beijar "diferente":

Beijo escondidinho – é quando a língua desaparece

Beijo Musical – o homem ou a mulher sopra na boca do companheiro e ele(a) abre e fecha a boca, controlando assim, o som.

Beijo Oceânico – É quando cobre o nariz do outro com os lábios.

Beijo de amigo – Conhecido como o selinho.

Beijo de Tia – é aquele que só as bochechas se encostam, e a boca beija o nada.

Beijo aspirador de pó – é quando o companheiro coloca a língua na garganta do outro e suga tudo que vê pela frente.

Beijo Roda Gigante – O casal fica girando a cabeça de um lado para o outro, mas deve ter cuidado para não bater a cabeça.

Beijo metralhadora – É quando o companheiro beija todo o corpo da vítima: pescoço, testa, orelhas, nuca e etc.

Beijo Conde Drácula – É o beijo que se estende por todo o pescoço. O grande perigo é deixar o famoso chupão.

Titanic – É aquele quando os lábios se juntam para a troca de salivas bombas. Mas sempre tem aquele tipo que exagera e acaba transformando em um aguaceiro nojento. E o resultado final é: a balada perfeita se afunda, como o Titanic.

Beijo esquimó – É aquele que fica esfregando nariz com nariz.

Beijo experimental – A mulher deve tapar os olhos do homem e colocar a boca em seu lábio superior, realizando com a língua movimentos circulares.

Beijo Francês – Esse como todo mundo já conhece é o famoso beijo de língua

Beijo Sangria – é uma pequena chupada nos lábios do parceiro.

Beijo Balinês – Neste beijo a mulher encosta os lábios no rosto do homem, sentindo assim sua temperatura. E o homem retribui, encostando seu rosto no dela sentindo assim seu odor.

Beijo Chinês – É o chamado beijo estalado. O homem encosta os lábios e o nariz na bochecha da mulher, aspira seu perfume e estala seus lábios.

Beijo de Beber – Os amantes dão de beber um ao outro usando a boca. É um costume romano e fica mais gostoso se for champanhe ou vinho.

Beijo Francês – colocam-se os lábios na bochecha do parceiro e faz movimentos giratórios com a língua.

Beijo de lagartixa – é dar uma lambida nos olhos do outro.

Beijo Assoprado – Beije sua mão e assopre para a pessoa em questão.

Beijo Cítrico - Você deve pegar um gomo de mexerica e segurá-lo na boca. Comece a brincar com a fruta entre seus lábios e passe-a para o seu namorado, pegue-a de volta. Troquem o gomo e, em um determinado momento, você saberá qual, mordam juntos a fruta.

Beijo de Mamadeira - Coloquem seus lábios ao redor dos lábios dele e comece a sugá-los para dentro de sua boca. O movimento lembra o de um bebê tomando mamadeira.

Beijo Rodo - Puxe a língua do seu namorado para dentro da sua boca e prenda-a com cuidado entre seus dentes. Comece a passar seus dentes com delicadeza na superfície da língua dele, como quando alguém passa o rodo para secar o chão.

Beijo de Dedo - Experimente tocar os lábios dele, entre um beijo e outro, com a ponta dos seus dedos. Os lábios são muito sensíveis, pois existe neles uma infinidade de terminações nervosas, e adoram ser tocadas.

Falar e Beijar ao Mesmo Tempo - Experimente fazer elogios, comentários sobre aquele beijo ou momento que vocês estão vivendo, enquanto vocês se beijam. Palavras carinhosas entre beijos podem ter um efeito devastador.

Beijos com Sabor - Pode ser muito gostoso, e melhor ainda se você conseguir fazer isso de surpresa. Você pode colocar um pequeno pedaço de chocolate em sua boca e, quando estiver bem derretido, beijar o seu namorado. Ou ainda coloque na sua boca a bala preferida do garoto. No meio do beijo, passe-a para ele.

Beijo Geladinho - Que tal começar o inverno com um beijo especial? Coloque um cubo de gelo na sua boca e só tire quando você sentir que ela está bem gelada. Em seguida, comece a beijar seu namorado.

Beijo Vem Buscar - Pode ser divertido você colocar uma uva entre seus lábios e pedir para ele vir buscar. Tente a mesma técnica com batata frita. Coloque-a na boca e deixe metade para a fora e ofereça a ele.

Beijo Espumante - Escove os dentes com ele. Quando estiverem com a boca toda cheia de espuma, surpreenda com um beijo.

Beijo Dançante - Coloque aquela música show, que vocês adoram e, enquanto vocês se beijam, mexa a língua no ritmo da música. É divertido.

Nos Olhos - Já reparou como as pálpebras têm um formato parecido com os lábios? Os olhos também são um bom lugar para serem beijados. Deixe apenas que os lábios encostem de leve nos olhos, que devem estar fechados. Pode ser uma maneira inesquecível de se despedir.

Nos Dedos - Beijar os dedos pode ser superdivertido e estimulante. Dá para colocar a ponta do dedo dele na sua boca, dar mordidinhas na parte gordinha e muitos beijinhos.

Nas Mãos - Mãos são lugares deliciosos para serem beijados, pois se é você quem está recebendo o carinho, pode observar os lábios do garoto beijando você. Durante um beijo na boca vocês ficam tão próximos que fica impossível observar a boca do outro.

Na Cabeça - Pode até parecer estranho beijar os cabelos e a cabeça. Mas experimente roçar o nariz nos cabelos dele e beijar o couro cabeludo, sentir o cheiro dele. Isso pode ser muito estimulante.

Além do Beijo…

Mordidinhas e chupões são ótimos artifícios para esquentar seu namoro e muitas vezes funcionam como extensão do seu beijo.

Claro que tudo deve ser muito de leve, pois o garoto pode não querer sair com marcas pelo corpo e muito menos sentir dor. Você pode inspirar lenta e profundamente na lateral do pescoço dele e explorar a região com a ponta do nariz. Pode também dar leves mordidinhas. Vale chegar até o lóbulo da orelha. Na verdade, é só encostar os dentes, sem fazer força.

Fontes Diversas

 

Por isso, beijar na boca acalma, ajuda a liberar sentimentos reprimidos,

reduz o complexo de rejeição e alivia o estresse. Tudo em questão de instantes.

Sobretudo, importa que haja decência, respeito e higiene com relação ao beijo.

A intimidade é reservada aos casais,

e Deus, certamente, aprova o beijo em sinal de carinho, respeito, amor, paixão,

pois pregamos que Deus é amor, e a prova é que

homem e mulher Ele criou para que se completassem e governassem o mundo.

Avenida Salvador Guerra, 80 - Jardim América - Foz do Iguaçu, PR | Fone/Fax: 45 3028 6464

Borkenhagen Soluções Contábeis Ltda.

Copyright © Desde 1997 - Direitos reservados